Perguntas frequentes

Nós imaginamos que você esteja cheio de perguntas para a gente. Enquanto a gente não inicia uma conversa, dê uma olhada nas nossas respostas para as perguntas mais frequentes que recebemos! Nós preparamos essas respostas para te ajudar, mas por favor, não hesite em entrar em contato se você não encontrou a resposta que procurava.

Depende. Por exemplo, você pode estudar inglês ou francês durante os seus primeiros 6 meses, ou pela permanência determinada pelo oficial de imigração, no Canadá com o visto de visitante. No entanto, para estudar mais de 6 meses, estudar depois do primeiro período de permanência no Canadá ou estudar em Colleges, Universidades e em Escolas do Ensino Fundamental ao Médio é preciso ter um Study Permit.
Sim. É possível realizar a troca de um visto de visitante (status de visitante) para um Study Permit (status de estudante) sem deixar o Canadá. Em regra, esta mudança de status é analisada fora do Canadá, mais comumente nos consulados de Los Angeles ou São Paulo (para brasileiros). No entanto, há exceções que permitem que em determinados casos, essa mudança seja processada dentro do Canadá.
Durante o processamento de um pedido como este, o então visitante pode permanecer no Canadá pelo período de processamento de seu pedido, desde que mantenha o seu status corrente (de visitante) válido.
Essa situação deve ser evitada, pois com o vencimento do status, o requerente ficaria em uma situação de "sem status", que também pode ser entendida como ilegal em termos status imigratório e resultar na recusa do pedido de mudança.
É necessário fazer a troca de status de visitante para estudante (que muitas pessoas chamam de visto) antes que seu segundo período de estudo comece. Portanto é importante começar o processo o quanto antes, nós recomendamos iniciar o processo com 5 meses de antecedência. Lembrando que após os primeiros 6 meses de estudo é necessário aplicar para um study permit independente do curso escolhido, seja Inglês, Co-Op, College ou Universidade.
O Visto e o eTA são documentos que permitem entrada no Canadá. Já os Permits (que podem ser de estudo ou trabalho) são documentos emitidos para determinar o tempo pelo qual se pode estudar e/ou trabalhar no Canadá. O Status é a sua condição no Canadá, que pode ser: visitante, estudante, trabalhador, sem status (ilegal) ou implied (enquanto você aguarda a análise do pedido de um novo permit ou visitor record).
Desde maio de 2017 brasileiros, que durante os últimos 10 anos estiveram no Canadá por pelo menos uma vez e/ou possuem um visto americano válido, podem solicitar o eTA (espécie de visto eletrônico que permite a entrada no país como visitante. Solicitar o eTA é muito simples, leva poucos minutos e custa apenas CAD$7,00.
Sim. As escolas de inglês aceitam alunos de todos os níveis e a maneira mais rápida de aprender uma língua é através de um processo de imersão cultural, ou seja, estudar em um país em cuja a língua oficial seja o idioma que se pretende aprender. Nesta situação, o estudante é exposto ao idioma em praticamente todas as atividades que realiza dentro e fora da escola. É natural que o aprendizado então se dê forma mais acelerada. É bem comum ouvir dizer que estudar inglês ou francês no Canadá equivale a alguns anos de estudo do mesmo idioma no Brasil.
As escolas geralmente testam os estudantes no primeiro dia de aula, através de prova escrita e entrevista. O resultado da avaliação determina o nível de entrada. Há algumas escolas que disponibilizam em seus websites testes de inglês não oficiais, estes testes servem para se ter uma idéia aproximada de como aquela escola avaliará o seu nível de fluência e te ajudar no planejamento de seus estudos.
O sistema de educação superior canadense é um pouco diferente do brasileiro, e existem muitas opções de estudo:

Certificate programs
Cursos de 1 ou 2 semestres e facilmente confundidos com o Graduate Certificate (uma pós graduação - ver abaixo). No caso de ser apenas Certificate o curso abordará um tema específico para aprimoramento do aluno. Esses cursos seriam equivalentes aos cursos livres ou de aperfeiçoamento no Brasil, que não conferem um título profissional. Não são considerados para a obtenção de um study permit, PGWP e nem contam pontos para a imigração.

Diploma Programs
Podem ser comparados aos cursos de “Tecnólogos” do Brasil. São cursos superiores de 2 (diploma) a 3 anos (advanced diploma). Desenvolvidos para atender demandas específicas do mercado, devido ao ensino de uma área de atuação em uma curta duração de tempo e com conteúdo mais prático.

Degree Programs
São os equivalentes à maioria dos cursos universitários do Brasil (bacharelado), porém, fornecendo não só teoria mas também conteúdo prático. Possuem 4 anos de duração passando por noções básicas do assunto nos primeiros semestres até a prática de aplicação do conhecimento nos últimos semestres.

Graduate Certificate Programs
São os equivalentes aos cursos de Pós-Graduação do Brasil. Normalmente possuem 1 ano de duração, mas alguns cursos podem ter 1 ano e meio ou até 2 anos. Requerem que o estudante tenha uma graduação prévia e são focados em aperfeiçoar conhecimentos ou experiência obtidos anteriormente.
Pode. A partir do momento em você esteja matriculado em um college público, seu filho terá direito ao ensino público gratuito se estiver em idade escolar. Lembrando que isso vale para o ensino obrigatório apenas, ou seja, no caso de matrícula em creches (day care) que é o período em que o ensino não é obrigatório, é necessário pagamento de mensalidade, independente do tipo do curso escolhido pelos pais. Um ponto a se observar é que as regras e os documentos para aceitação da criança na escola vão depender de cada School Board. Por regra, cursos de certificate ou de colleges privados não dão direito aos filhos estudarem em escola pública (não confunda entretanto com o graduate certificate que é uma pós-graduação - ver diferenças).
Existem muitos testes de nível de inglês no mercado, mas os dois testes que são aceitos no Canadá, tanto para os colleges quanto para quem quer imigrar, são o IELTS e o Celpip.
As escolas geralmente testam os estudantes no primeiro dia de aula, através de prova escrita e entrevista. O resultado da avaliação determina o nível de entrada. Há algumas escolas que disponibilizam em seus websites testes de inglês não oficiais, estes testes servem para se ter uma idéia aproximada de como aquela escola avaliará o seu nível de fluência e te ajudar no planejamento de seus estudos.
Os testes de inglês têm validade de 2 anos.
Depende. Se você tem um study permit e está matriculado em um college, você pode trabalhar até 20h por semana enquanto estuda e full-time durante os períodos de férias. Se você está fazendo um curso com Co-Op você pode trabalhar full-time no período designado para trabalho. Se você não tem um study permit ou ele está atrelado aos seus estudos de inglês e pathway, você não está autorizado a trabalhar no Canadá.
Se você tem um study permit e está matriculado em um college público seu/sua parceiro/a pode aplicar para um work permit e assim trabalhar no Canadá.
Alunos de colleges e universidades públicos podem aplicar para o Post Graduation Work Permit depois de formados.
A duração PGWP varia entre 1-3 anos, dependendo da duração do seu curso. Consulte nossos advisors para saber quais as formas de obter um PGWP com duração de 3 anos.
Depende. A primeira coisa a se considerar é se você vai precisar aplicar para um visto e study permit, pois esse processo pode levar alguns meses. Outro ponto importante é que dependendo do curso e college que você se interessa, as vagas podem acabar rapidamente, muitas vezes até um ano antes da data de começo das aulas. Portanto, nós recomendamos que você se matricule o mais rápido possível, mas com pelo menos 6 meses de antecedência se você precisar de visto ou study permit.
Sim, você pode mudar de escola e curso depois do início dos seus estudos, no entanto é necessário informar o governo que você mudou de escola.
Sim. No Canadá o “visto de estudante” é o study permit e você pode renová-lo estando no Canadá. É extremamente importante que você renove o seu permit antes dele vencer. O visto é o documento que permite sua entrada no país, portanto é necessário pegar um novo visto se você pretende sair e retornar ao Canadá. Se você está aplicando para um visto de dentro do Canadá, você pode pegar um eTA.
Lembrando que no Canadá o “visto de estudante” é o study permit e sim, você pode aplicar para o permit de dentro do Canadá. É possível realizar a troca de um visto de visitante para um Study Permit sem deixar o Canadá se você estiver estudando em um curso Pathway e tiver uma carta de aceitação de um College. Se você não se enquadra neste caso, você pode aplicar para o visto de dentro do Canadá, no entanto terá que sair do país, pegar o seu permit na fronteira e regressar como estudante.
Muita gente se pergunta porque contratar uma agência, há muitos motivos para isso:

1. Nossa assessoria é gratuita para os estudantes. Vocês vão pagar a mesma coisa ou às vezes menos do que se tratasse com a escola sozinhos. Como nós trazemos muitos estudantes para as escolas e colleges, muitas vezes conseguimos negociar descontos especiais ou pagamento facilitado.

2. Nós conhecemos as escolas, colleges e universidades do Canadá e podemos te ajudar a escolher a melhor opção para você.

3. Você terá alguém cuidando de toda a burocracia relevante ao visto e ou permit e matrícula no curso escolhido.
Não, você não precisa contratar uma agência para estudar no Canadá. No entanto, contratar uma agência pode tornar as coisas mais fáceis para você, tendo alguém que sabe navegar o sistema trabalhando para você. A Woori Education está há mais de 17 anos no mercado de educação, prestando seus serviços de maneira personalizada e procurando atender as necessidades dos seus clientes com relação a busca de cursos de inglês e ensino superior, sem cobrar taxa de consultoria ou administrativa.
Como nós levamos um volume grande de estudantes para as escolas e colleges, muitas vezes nós temos descontos especiais, isenção de taxa de matrícula, facilidade de pagamento e outros benefícios exclusivos para nossos clientes. Adicionalmente, através de nossa experiência no mercado, conseguimos entender as necessidades dos nossos clientes e oferecer opções de instituições que o melhor atenda em termos de custo-benefício e perfil do cliente.
O custo de vida no Canadá depende muito de onde você irá morar e do seu estilo de vida. As grandes cidades como Toronto, Vancouver e Montréal são mais caras do que cidades do interior, que normalmente tem um estilo mais modesto, embora com boa infra-estrutura. Além disso, entretenimento e compras são gastos que podem fazer a diferença no orçamento no final do mês. Cidades maiores acabam oferecendo mais variedade nesse aspecto, atraindo mais as pessoas ao consumo, o que pode elevar os gastos.
Essa pergunta não é fácil de ser respondida. Como em qualquer lugar do mundo, conseguir um emprego na sua área depende de muitas coisas, da sua experiência, do mercado de trabalho, da sua fluência no inglês, se alguma certificação canadense é necessária para exercer a sua profissão no Canadá, entre outras. É muito importante pesquisar como é o seu mercado de trabalho e o que é exigido nas vagas de emprego. Ter uma experiência de trabalho canadense é bem vista, mesmo que não seja necessariamente na sua área de trabalho. E conseguir uma vaga de trabalho não qualificado não é difícil e pode abrir portas para um trabalho mais permanente.
Depende o que você considera muito frio. O Canadá é um país imenso e as temperaturas variam muito dependendo de onde você está mas, para brasileiros sim, o inverno daqui é frio e longo. O importante é ter roupas adequadas, uma boa jaqueta, botas, luvas, gorro e cachecol e não ter medo de aproveitar as coisas boas que o inverno trás! E sempre é importante lembrar que mesmo estando gélido na rua, é só entrar em qualquer lugar fechado que em poucos minutos você se sente num país tropical (os canadenses mantêm os ambientes muito quentes durante o inverno!). As atividades de inverno também são muitos praticadas por aqui, como ski, snowboard, snowmobile, tobogganing, ou simplesmente, brincar com seus amigos na neve, o que faz com que o inverno seja muito proveitoso e divertido também.
Isso dependerá muito das regras de cada instituição bancária. Primeiro de tudo você deverá comparecer pessoalmente à agência com seu passaporte, permits (ou carimbo de entrada/eTA), carta da escola que está estudando e comprovante de residência. A gerência do banco então analisará sua documentação e verificará se você é elegível a ter uma conta bancária com esses documentos, de acordo com suas regras.
As escolas geralmente testam os estudantes no primeiro dia de aula, através de prova escrita e entrevista. O resultado da avaliação determina o nível de entrada. Há algumas escolas que disponibilizam em seus websites testes de inglês não oficiais, estes testes servem para se ter uma idéia aproximada de como aquela escola avaliará o seu nível de fluência e te ajudar no planejamento de seus estudos.
Você pode usar a sua carteira de motorista no Canadá por um curto período de tempo, que pode ser diferente em cada província. Em Ontário, por exemplo, você pode dirigir com a sua carteira de motorista brasileira por até 60 dias.
Para tirar visto é necessário cumprir uma série de exigências e o exame médico é uma delas. No caso de pessoas que estão vindo para visitar ou estudar até 24 semanas a imigração não exige que o exame médico seja realizado. Para cursos acima de 24 semanas, é exigido entretanto.
Os colleges privados são instituições de custo mais acessíveis, normalmente com menor infraestrutura comparado a um college público e possuem cursos com um componente de estudos e outra de prática, fora de sala de aula, chamada Co-op em que estudante pode trabalhar e praticar os conhecimentos obtidos em sala de aula. Esses tipos de cursos são mais voltados para preparar o aluno para áreas específicas do mercado de trabalho, com grande parte dos cursos voltados para as áreas de atendimento ao consumidor, turismo/hotelaria ou negócios. Durante o período de estudos o estudante poderá trabalhar 20 horas semanais e não há necessidade de ser em algo relacionado à sua área (off-campus). Durante o período de Co-op o trabalho precisará estar relativamente relacionado à área do curso, para que o aluno receba o diploma ao final do curso. Infelizmente esses cursos não dão direito ao PGWP, permissão de trabalho concedida àqueles que completaram um curso em college público. Ele também não oferece a possibilidade do cônjuge ter uma permissão de trabalho e os filhos terem acesso ao ensino público gratuito.

Os colleges públicos, por outro lado, são instituições de ensino com investimento público, com custo entre $14 mil a $16mil por ano para alunos internacionais e contam com uma variedade muito grande de cursos superiores, muitas vezes na mesma instituição. Essas instituições são normalmente bem renomadas e possuem uma boa infraestrutura, equiparada a renomadas universidades no Brasil. Durante o período de aulas os alunos têm permissão para trabalhar até 20 horas semanais off-campus e alguns cursos podem ter uma parte destinada a estágio obrigatório (Co-op). Ao final dos estudos, o aluno terá direito a solicitar o PGWP, permissão de trabalho específica para alunos graduados em colleges e universidades públicas, bem como poderá adicionar pontos no seu processo imigratório por conta desses estudos. Durante o período de aulas o cônjuge de um aluno em college público também poderá ter permissão para trabalho full-time e os filhos que estiverem em idade escolar terão acesso ao ensino público gratuito no Canadá.
O pathway é um curso de preparatório acadêmico para colleges e universidades. Ele pode ser oferecido em escolas de inglês ou nos próprios colleges, mas são mais populares nas escolas de inglês, uma vez que possuem custo mais acessível e menor tempo de duração. O pathway além de ser um curso de inglês específico para o ambiente acadêmico, onde você terá acesso um vocabulário que não é aprendido normalmente no dia-a-dia nem nos cursos de inglês regular. Além disso, irá ensiná-lo sobre a dinâmica em sala de aula no ensino superior canadense, que é bem diferente do que estamos acostumados no Brasil. O aluno aprenderá:

- Vocabulário acadêmico;
- Como redigir trabalhos de acordo com as normas utilizadas no Canadá;
- Como argumentar o seu ponto de vista, tanto verbal quanto escrito, uma vez que nossa forma de discurso no Brasil é bem diferente do que os Canadenses classificam como efetivo, explicativo e direto ao ponto;
- Técnicas de leitura efetiva, pois a carga de material para leitura e estudo é muito maior do que temos no Brasil;
- Técnicas de gerenciamento de tempo e estudo, já que o volume de trabalhos e provas nos colleges e universidades canadenses é muito maior;
Adicionalmente, o pathway tem um ótimo benefício que é o permitir a entrada nos colleges e universidades que tiverem parceria com a escola que você estudar, sem necessidade de realizar ou apresentar qualquer prova de admissão. Se o aluno for aprovado no pathway automaticamente será aceito pelo college parceiro da escola.
O sistema de imigração canadense é baseado em um sistema de pontos. Estudar em uma instituição canadense e ter experiência de trabalho canadense atribui muitos pontos. Para quem não tem a pontuação suficiente para imigrar, seja pelo nível de escolaridade, inglês ou idade, estudar aqui pode ser a única opção para conseguir os pontos remanescentes.
Hoje em dia os brasileiros que vieram para o Canadá nos últimos 10 anos ou têm um visto americano válido conseguem tirar o visto eletrônico (eTA), que sai na hora. Se você não se enquadra nessa situação e possui um passaporte europeu, você pode aplicar para o visto eletrônico (eTA) com esse seu passaporte. Em relação ao processo de imigração, o sistema não classifica os aplicantes por sua nacionalidade, então ter passaporte europeu não vai facilitar ou acelerar sua aplicação.
Você pode sair do Canadá enquanto espera a resposta da sua extensão de visto de estudante, desde que tenha um visto de turista válido para entrar de volta no Canadá. No entanto, você entrará no Canadá como turista e não poderá continuar seus estudos e trabalhos enquanto sua aplicação não é aprovada. Portanto, não é recomendado que você saia do Canadá enquanto você se encontra com applied status (esperando o resultado de uma aplicação).
Nem sempre os colleges sabem informar quais são as obrigações dos estudantes internacionais, portanto é muito importante que você se informe quais são as suas obrigações de estudante internacional. É importante ressaltar que somente os estudantes matriculados em full-time estão autorizados a trabalhar dentro ou fora da escola.
De maneira geral, não haverá problemas desde que portando seu study permit você não ultrapasse 90 dias sem estudar, que é o tempo máximo permitido pela imigração canadense. É importante verificar também se o curso que você irá cursar tem início dentro desses 90 dias permitidos.
Se você está no Canadá com visto de estudante, para manter o seu status você tem que estar estudando full-time. Se você desistir do seu curso e não se matricular em outro você estará “out of status”, ou seja, não poderá ficar no Canadá como estudante. Se você está estudando com visto de turista não há nenhum problema.
Não. Normalmente o visitantes do Canadá podem ficar aqui por até 6 meses. No entanto, quando você chegar no Canadá, o oficial de imigração que irá te atender irá carimbar ou escrever no seu passaporte até quando você poderá ficar aqui.
Não exatamente. Significa que você tem um visto de turismo com permissão para estudos de até 24 semanas (6 meses).
A imigração canadense fala que os estudos enquanto o aluno estiver como visitante são permitidos apenas durante seus 6 primeiros meses no Canadá. Após esse período não há problemas em estender o seu status como visitante, mas caso queira estudar, precisará solicitar um visto de estudante primeiro.

Quer saber mais? Agende uma consultoria gratuita conosco.

Insira o máximo de detalhes possível para otimizar o tempo durante a consultoria e trabalharmos com propostas para atender ao seu caso específico.